quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Há amor em mim…

PICT0042

Um dia eu me apaixonei.. Mas eu sempre gostei de estar apaixonada, sempre acehi muti chato ficar sozinha.

Mas não foi muito fácil não, esse aí era muito cabeça dura. Eu me lembro do nosso primeiro beijo. Eu tremia como vara verde. De tão nervosa.

Sempre foi muito bom ficar ao seu lado. Muitas horas de um bom papo, a vida ficava mais colorida nesses momentos. E eu me alegrava quando recebia seus telefonemas, nem que fosse pra me contar que perdeu o emprego…

Foi tudo rapido. Com seis meses de namoro eu engravidei.

E perdi….

Ficamos tristes. A vida continua.

Noivamos, casamos. E o amor continuou lá. Vida de casado não é fácil né? A gente não concorda com tudo (que bom né?), a gente ri das coisas tristes e a gente se ajuda.

Quando nossos filhos nasceram foram os momentos mais especiais das nossas vidas.

PICT0060

Como pode existir um amor assim? Grande, imenso, sem limites. A gente faz o que pode e o que não pode por eles.

Já escutei dizer que “A medida do amor é amar sem medida”. E é verdade. Eu os amo incondicionalmente. E o que for preciso pra ter esses sorrisos lindos estampado no rosto, eu faço.

Antonio no parto 001

Tem alegria maior que ver pela primeira vez esse rostinho lindo?  É ou não é pra amar pra todo sempre?? A gente ama sem saber o dia de amanha…

E não quer que nenhum mal se aproxme dessas coisas gostosas!!!

PICT0029

Eu poderia ficar horas falando sobre os diversos amores que eu tenho, porque eu sei que sou abençoada. Amor de irmã.. Nossa e a gente brigava viu…. muito mesmo!! E agora que uma mora a 800 km  de distância, a gente sente saudade!!!

PICT0069

Ainda mais com sobrinhos lindos que só faz brotar mais amor desse coração de tia babona.

PICT0007

E amor de pai e mãe que a gente só sabe o que é quando se torna um também. Até lá, vai achando que não é compreendido, que eles não nos amam…

PICT0014

Com tantas razõs pra amar, não tem porque pensar nas adversidades. Não é mesmo??

8 comentários:

Danielle Cardão disse...

Oi, amiga a vida não é fácil, mas com amor e compreensão tudo se torna bem melhor. Mil felicidades.
Bjssssssssss, Dani.

sou mãe, e agora??? disse...

Não tem coisa melhor do que amar mesmo neh!

Mari Hart disse...

Arrepiei! o maior amor do mundo, visceral, genuíno!!!!

She disse...

Olá, olá! Tb estou na coletiva e vim conferir a sua participação e adorei! Ficou linda! Amei as fotos tb! ;)
Beijo, beijo!
She

She disse...

Oi querida! Os comentários em meu Cantinho são moderados porque estava tendo a visita de algum anônimo engraçadinho ou engraçadinha me falando um bando de impropérios, então agora para o comentário aparecer eu preciso aceitar... ;) Por isso os seus demoraram para aparecer, mas já estão lá.... Ahhh queria ler os seus sonetos... ;) Obrigada pelo comentário e presença! Beijo, beijo!
She

Maria Luiza disse...

Marcia, olá, sou participante da blogagem e você está ao meu lado toda feliz, exalando amor indiscritível com o bebezinho lindo, no mosaico da Elaine! Seu relato é uma história de amor verdadeiro que veio prá ficar e ele continua se derramando para os filhos. Parabéns! Gostei muito! Lindo final de semana!

Geh*** disse...

Olá miguxa!!! Que fofo tudo que escreveu!!!
Já passei por uma situação(triste) semelhante a você!!!A vida é assim...
Somos guerreiras e sempre seremos!!!

b-jokas

Vanessa disse...

Marcia, que lindo! Demorou mas cheguei. Estou lendo toooodos os posts da blogagem. Fofos seus amores, por isso essa sua cara de mãe boba :-)

beijos