sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

O Paninho da Cecília…

Logo que a Cissa nasceu, minha mãe providenciou pra ela um travesseiro. Era um coelhinho rosa tão fofo e ela sempre amou. Em todo lugar que íamos tínhamos que levar, porque ela dormia bem com ele. Aprendeu a falar cedo e ele passou a ser chamado de Coe. inclusive pelos marmanjos lá em casa.

O Coe passou a ser o paninho inseparável que algumas crianças costumam ter. Era a naninha dela.

Mas ela cresceu né meninas!!! Em três anos não consegui evitar que o Coe fosse se deformando com o tempo.

Até que se transformou nessa imagem que vocês estão vendo. Ele perdeu o enchimento. Ficou até mais fácil de carregar, mas pra lavar sempre foi um sacrifício. O que facilitou foi o fato dele ter se dividido. Unquanto lavava a cabeça o corpo estava na cama. Enquanto lavava o corpo, a cabeça estava na cama.

Eu acho bacana a criança ter uma naninha. Mas já estava feio quele coe por aí….

Mas a boa notícia veio a exatos 14 dias, eu disse 14 dias. Com a proximodae do Natal estávamos ensaiando dar um fim na chupeta. Era papai Noel vai trazer um presente lindo em troca da chupeta, o vovoô vai te dar a barbie se vc der a chupeta. O dindo… Todo mundo entrou na roda. E na noite do dia 23/12/2011 eu aproveitei a deixa dela. Ela há muito pedia um microfone. E neste dia andando pelo Saara (Santo Saara) eu encontrei uns que não usam pilha, funcionam com eco e são grandes. Umas fofuras por R$ 8,50. Comprei dois. E fui pra casa feliz.

A noite ela lembrou do microfone e eu disse que se ela deixasse a chupeta na janela o Ppai Noel levaria a chupeta e deixaria o microfone. Foram mais de 1h de muitas conversas até ela dormir. E depois eu fui organizar. Ela deixou a chupeta lá.

 

E junto com a chupeta colocou a cartinha que fizemos pro Papai Noel no sapatinho do Antonio.

Imagina quando a criança acordou e viu aqueles embrulhos?? Imaginou?? Era a Cecilia feliz com o presente.

Desde então ela não fica mais arrastando o Coe pela casa nem pedindo pra ele ir onde nós vamos. Houveram dias que eu pensei em pedir arrego. Outros o pai quase cedeu. Ainda não digo que acabou de vez o vicío pela chupeta. Por duas vezes ela quase nos venceu. Da primeira não cedi, e fui tachada de arrogante, porque quero fazer as coisas do meu jeito. E da segunda dei a chupeta e ela dormiu, quando acordou eu peguei de volta.

Mas ela diz que agora é moça e não chupa mais chupeta. O Antonio ainda é nenem por isso chupa pra dormir. E só para dormir, pois aproveitei pra diminuir o uso dele.

E vocês amigas??? Como fizeram?? Seus filhos tem naninhas?

Bjok

7 comentários:

Futura mãmã disse...

Eu tive uma boneca...que ja estava tipo mendigo de rua sabe rs
Beijo

Juni Biscuit disse...

Oi amiga, adorei esse Coe!!! Peninha que ele se desfez...
Meus filhos tiveram (o João ainda tem) paninho (fralda) e chupeta. O mais velho deixou com cinco anos, tb foi pro Papai Noel, era um sacrifício pq o paninho ele tinha que molhar com um pouco do tetê (mamadeira) de chocolate, daí o leite azedava e ficava um cheiro horrível e era uma luta para lavar, e sair com aquilo então? Afff....td mundo devia pensar : A mãe desse menino é uma porca! E eu ficava louca, pq queria dar paninhos limpos, bordados e cheios de bichinhos e ele não queria!
Agora o João ainda usa paninho e chupeta, mas graças à Deus não molha leite no paninho e eu posso lavar quando quero, ele mesmo às vezes decide trocar pq está sujo e fedido, daí que uso e abuso né, viajo na batatinha mandando fazer paninhos bordados, pintados a mão, com crochê e tudo mais...assim o menino não vai largar nunca do paninho!
Mas brincadeiras à parte, tentei esse ano negociar com o Papai Noel e nada, vamos ver com o Coelho da Páscoa.
Beijos amiga e parabéns pela Cissa ter largado a chupeta e o Coe!

Danielle Cardão disse...

Oi, amiga fiquei emocionada e arrepiada com o Coe. No caso do Daniel foi o peito porque ele não quiz a chupeta e também não fiz muita questão. Mas foi dificil meus seios doiam e ele chorando tentamos muitas vezes e depois de colocar dois bandaids no seio parecendo uma cruz e dizendo que estava dodói agente conseguiu enfim tirar mas meu marido foi o forte porque da primeira vez que tentamos eu acabei cedendo por isso coloquei os bandaids. Depois de um tempo eles olham pra ver se ainda tá dodói e depois não pedem mais.

Bjsssssssssssssssssssssss, Dani.

Rosane disse...

Marcia, Confesso que demorei para tirar a chupeta do Renato ele só largou de vez com mais de 3 anos!!!!
Conversei com ele bastante tempo e no dia dia que eu decidi, falei com ele que não ía usar mais e pronto. Na primira noite ele resmungou para dormir aí dei uma mamadeira com um pouco de leite e ele nunca mais pediu a pê (como ele chamava). Vai dar tudo certo. Boa sorte.

Wéthya Galizi disse...

A Zis tbm teve naninha,alias nanihas. Quando eu estava gravida a Di dela a presenteou com um travesseirinho, mas eu confesso q incentivei...desde q ela nasceu eu colocava ela lá juntinho dela. Agora, a uns 6meses a Di a preaenteou de novo, a naninha agora é um ursinho de coracao. Dessa vez a naninha nao precisa mimi colada,mas deve smpre estar lá. Aqui em casa é assim!

Dri Viaro disse...

Passando pra desejar uma semana abençoada!!

beijos

Dri Viaro
www.driviaro.com.br

Angi disse...

Oi querida,
O Antônio ainda usa, mas é só para dormir, e se não tem ele dorme igual!
Mas o meu sobrinho a minha irmã fez como você, em troca de um presente do Papai Noel, e no início ele ficou mal, mas depois nem lembrou mais!
Obrigada pelo carinho viu, e a mudança será tudo de bom!
Beijos